Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

Gosto de Croche

Blog: Gosto de Croche

Sobre Mim

Nome: Maria
Moro em: São Paulo
Gosto de: croche
Odeio: falsidade

Amigas (os), muitas vezes acabo postando algo bonito que acho na Net,e na maioria das vezes não tem nome/referencia do autor. Se alguem é autor de algum trabalho postado neste Blog me avise para os devidos creditos.

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

Blog Destaque do Magia Gifs!

LINK-ME GOSTO DE CROCHE


Coisinhas

visitas
Criar pagina
Criar pagina
visitas





Créditos


Layout by Morena

Html by

Locations of visitors to this page

Powered by Blogger

Assinar
Postagens [Atom]

Google
visitas


Link me no seu Blog!

  • Manias de Maria
  • Sandra Crochê
  • Betharte
  • Poeta é o Povo
  • Tecendo-Amor
  • Fadinha Artesanato
  • Viva Crochê
  • entre laçadas e pontos
  • matando saudade e fazendo croche
  • Tami Artesanatos-PONTO CRUZ
  • netos-e-artesanato
  • SURPRISE NA ARTE DE CRIAR E RECRIAR
  • 5 de nov de 2007



    Bom dia amigas!

    Quero pedir desculpas duplamente pelo que vou descrever aqui, duplamente pois aqui não é lugar para o comentário que vou fazer e porque quem acessa o meu Blog é para ver trabalhos bonitos e instrutivos e não para ler reclamações.
    Não é de minha índole lavar roupa suja em público, mas acho que as amigas vão entender.


    Que País é esse?
    Por que um cidadão que cumpre seu papel na sociedade não é atendido pelo orgãos governamentais?
    O que a Previdência Social imagina que são os trabalhadores deste País?
    Que trabalhamos e não necessitamos de "amparo" da Previdência Social, mesmo sendo recolhida a contribuição mensal?

    Estou me referindo a minha Licença Maternidade, que já acabou no dia 09/10/2007 e até hoje (05/11/2007) não recebi os salários aos quais tenho direito.

    Já liguei inúmeras vezes para o número 135 da Previdência, enviei e-mail para o Excelentíssimo Sr. Presidente da República, assim como e-mail para a ouvidoria da Previdência Social. O que foi respondido está abaixo (o texto foi recortado da resposta da ouvidoria que recebi no dia 08/10/2007(dia em que acabou a licença maternidade):


    Prezada Senhora Maria,
    Em atenção à sua manifestação, informamos que esta Ouvidoria está acompanhando seu caso pelo código GWV e que até este momento a questão não está solucionada.
    Esclarecemos ainda, que quando existe um registro nesta Ouvidoria já em andamento, mesmo que o interessado se manifeste outras vezes, o acompanhamento continua sendo feito pelo código anteriormente citado. Dessa forma, agradecendo sua compreensão, solicitamos que aguarde por resposta conclusiva.
    Para facilitar o atendimento lembramos que nossos canais de acesso são:
    E-mail: ouvidoria@previdencia.gov.br
    FAX: (61) 3433-5740
    Caixa Postal 09714 - CEP 70040-976 - Brasília - DF
    Para informações sobre benefícios e agendar atendimentos deverá ser contatado
    o serviço 135, que funciona de 7h às 22h de segunda a sábado.
    Atenciosamente,
    Ouvidoria-Geral da Previdência Social.

    Com uma dose de humor negro, acredito que daqui há pouco, o meu fllho é que vai ter que reclamar sobre o salário maternidade, basta aprender a falar....


    Ou seja:
    Mesmo que eu volte a reclamar, não me é respondido. Ainda estã em análise, mesmo sendo o último dia da licença maternidade, e mesmo eu tendo reclamado por todos os meio que me é sugerido. Será que a Previdência imagina que quando se tem um filho as despesas acabam, e que podemos perfeitamente ficar sem receber salário por meses que tudo bem?
    Agora fico pensando em alguma mãe que não tenha recursos suficientes seja para reclamar ou para "sobreviver" sem salário nos meses de licença maternidade. Quando mais precisamos do salário (porque as despesas aumentam) não podemos contar com ele.

    Excelentíssimo Sr. Presidente da República e Excelentíssimo Sr. Ministro da Previdência, intercedam por nós, mães, com carinho, acreditem que quando solicitamos o salário maternidade é porque necessitamos do salário, é porque necessitamos do salário todos os meses, afinal as despesas aumentam. E , acredito eu, que todos temos em comum o respeito pelo ser humano e pelo progresso dessa nação chamada Brasil, mas que ainda necessitamos e muito de sermos ouvidos, compreendidos e atendidos (principalmente)..


    By Maria Às 07:41



    11 comentários

    <